8 de fevereiro de 2007

História de pescador

Mais uma de pescador:

Um pescador estava lançando o anzol à beira de um rio
quando percebeu uma bola vermelha na água que
afundava e retornava à superfície. Submergia... emergia...
aproximando-se de barco, percebeu que um peixe havia
abocanhado uma bola de basquete.
O coitado do bagre não conseguia se livrar da bola e nem
engoli-la por que era muito grande para ele.
Quando mergulhava não conseguia ir muito fundo e era puxado
pela bola até a linha da superfície da água.
O pescador tentou ajudá-lo puxando a bola mas ela estava bem entalada
na boca do peixe.
Pediu, então, uma faca à sua esposa que assistia tudo da margem do rio.
Com a faca, furou a bola e conseguiu livrar o peixe daquela armadilha.
O pescador nem quis capturá-lo de tanta pena que ficou da situação em que ele se encontrava.
Aos poucos o bagre foi retomando o fôlego (de peixe) e sumiu no fundo das águas do rio.

O Ministério da Saúde adverte:
"Ter o olho maior que a boca pode matar."

Se não acreditam na minha história, vejam as fotos para provar.

2 comentários:

Tato Pedrosa disse...

Bicho... que cena bizarra dugarái!

Bony Daijiro Inoue disse...

Coisa tosca!