1 de dezembro de 2006

Fatos sobre Al Pacino

Apesar de, há muitos anos, sempre fazer o mesmo papel (o cara experiente que fica descabelado na segunda metade do filme), Al Pacino é tido como um dos maiores atores do mundo.
Na verdade, de todo o universo. E de todos os tempos. O grande maioral, o fodão máximo, o casca-mais-grossa-de-que-se-tem-notícia.
Mas por que isso? Ora… Há fatos que comprovam a supremacia de Pacino. Vocês já conhecem os milhares de fatos de Chuck Norris, mas provavelmente ainda não sabiam das peripécias do melhor ator do mundo. A seguir, algumas façanhas de Al Pacino:
1 - Depois de dispensar as lentes especiais em “Perfume de Mulher”, quando fez papel de cego e controlou os olhos para simular cegueira, Pacino também dispensou a maquiagem num filme em que fez papel de negro. Ele controlou sua melanina e se tornou um legítimo afro-descendente.
2 - Apesar de seus 1.50 (com sapato), Al Pacino fez papel de jogador de basquete e dispensou dublês. Também proibiu que o estúdio contratasse apenas anões para contracenar na quadra. Ele apenas fez ‘cara de homem alto’, e todos se convenceram de que tinha alta estatura.
3 - Quando teve que interpretar um velho guerreiro que teve as suas pernas amputadas, Al Pacino proibiu o uso de efeitos especiais. Por meio de seu infinito controle do corpo, ele atrofiava as próprias pernas na hora de filmar. E depois tudo voltava ao normal.
4 - Certa vez, Al Pacino fez 832 personagens num mesmo filme. Ele era exatamente TODO MUNDO: herói, vilão, mocinha, coadjuvantes, figurantes e até pontas. E dispensou efeitos especiais. Bastava fazer o que ele denominou de “semblante de multidão”.
5 - Graças aos milhares de papéis ao longo da carreira, Al Pacino acabou aprendendo exatamente TODOS os idiomas do planeta. Ele é fluente em qualquer coisa. Até na linguagem dos surdos-mudos.
6 - Aliás, quando fez papel de mudo, ele usou uma técnica parecida com aquela das pernas, mas desta vez atrofiando suas cordas vocais - e também o próprio aparelho auditivo.
7 - Apesar de usar as mãos para se descabelar, como tem feito em todos os filmes recentes, Al Pacino não precisaria fazer isso. Ele controla a musculatura do cabelo, de modo que eles se despenteiam (e se penteiam!) com o comando de sua mente. Ele usa as mãos, nos filmes, para dar mais ‘humanidade’ às personagens - e também para não assustar o público.
8 - Em “Scarface”, obviamente, não há qualquer maquiagem ou efeito especial. Pacino movimentou a musculatura de seu rosto, dando a impressão de que houvesse a tal cicatriz.
9 - Pouca gente sabe, mas Al Pacino usa outro nome em vários filmes. Ele faz cara de ranzinza, coloca uma pinta no meio da cara, corta o cabelo e pronto. Está feito. O nome que ele usa nessas produções é Robert de Niro. Em “Fogo Contra Fogo”, portanto, ele fez dois papéis.
10 - Por falar nisso, Al Pacino representou TODOS os Corleones em “O poderoso Chefão” (I, II e III), mas não quis levar o crédito, pois achava que era muito novo pra ganhar um Oscar. Por isso, usou pseudônimos como Marlon Brando e Robert De Niro (este último, como sabemos, é usado em várias outras ocasiões).
11 - Al Pacino sabe fazer 8905 caras diferentes, cada qual expressando uma emoção. Nos últimos filmes, ele repete a ‘cara de desesperado à beira de um ataque’ por pura e simples modéstia.
12 - Além de Melhor Ator (principal e coadjuvante), Al Pacino também já venceu o Oscar em outras modalidades, tais como: Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante, e também Melhor Roteiro Original, Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Trilha Sonora.
13 - Assim como os Globetrotters, que são espetaculares e por isso não participam de competições, Pacino também não concorre mais ao Oscar, em razão de seu talento absurdo. Aliás, Pacino já fez um filme com os Globetrotters (foi aquele lá, em que ele se tornou negro, alto e bom no jogo, só com sua capacidade de interpretação).
14 - Uma vez, Jack Nicholson disse pra Al Pacino: “Eu sou melhor ator que você”. Pacino se irritou e, usando apenas um olhar de ironia, o mesmo de Advogado do Diabo, derreteu o rosto de Jack Nicholson, temporariamente, só pra ele aprender a lição. Mas até hoje as sobrancelhas não voltaram ao normal.
15 - Durante as gravações de Insônia, Al Pacino ficou 05 meses e 03 semanas sem dormir nem uma vez. Quando questionado sobre esse fenômeno da biologia do corpo humano, ele disse: “Hulá!”.
16 - Uma vez, Al Pacino foi preso e julgado por dirigir embriagado e atropelar e matar um homem. Foi considerado inocente, ao repetir dentro do Tribunal a cena final de Perfume de Mulher: “Eu estou fora de ordem? Você está fora de ordem! Este Tribunal todo está fora de ordem!”. Até a família do homem morto ficou emocionada. Aliás, até o próprio morto se emocionou.
17 - Al Pacino fez um teste para “Superman”. Na ocasião, ele fez com que todos o vissem voando, embora na realidade apenas tenha mexido levemente a pálpebra esquerda. Mas o diretor não o chamou, pois o estúdio que faria os efeitos especiais era de sua esposa e, com os verdadeiros superpoderes interpretativos de Pacino, o casal perderia a grana.
18 - No início da carreira, Al Pacino fez um filme pornô para ganhar uns trocados. Além dos diálogos improvisados e das mudanças geniais de roteiro, ele usou seu talento dramático para realmente levar todo o estúdio - inclusive os câmeras, o pessoal da parte técnica e até a turma da limpeza - a orgasmos múltiplos intensos.
19 - Além de fazer rir e chorar, Pacino também consegue fazer o espectador tremer, dar cambalhotas, sair correndo e até mesmo contrair peste bubônica. Tudo isso, apenas com um olhar e um discreto sorriso.
20 - Quando Pacino precisa ‘morrer’ em um filme, ele consegue parar o próprio coração. E ele também consegue fazê-lo voltar a funcionar.
21 - Nem todos sabem, mas Pacino faria papel de Jesus em uma produção dos anos 70, mas o filme acabou não sendo feito. Mesmo assim, nos ensaios prévios, ele já havia aprendido a andar sobre a água, multiplicar pães, fazer a água virar vinho e até mesmo consertar motor de Maverick. Este último dote ele aprendeu nas horas vagas, já que os talentos de Jesus eram fáceis demais para sua capacidade.
22 - Al Pacino é um ator tão bom, mas tão bom, que ele fala uma mentira olhando no espelho e ele próprio acredita.

By Gravataí Merengue.

5 comentários:

Torrichelli disse...

Nam!

Ele é mais fraco que caldo de biloca!

Anônimo disse...

você é podre, esse seu comentário sobre al pacino é de matar.
al pacino é sim e sempre será o maior e melhor ator do mundo!!!
de todo o universo........
vc é muito babaca.....

apollonia disse...

você é podre, esse seu comentário sobre al pacino é de matar.
al pacino é sim e sempre será o maior e melhor ator do mundo!!!
de todo o universo........
vc é muito babaca.....

12:32

Torrichelli disse...

Para a Apollonia.

O que eu fiz foi um comentário, tipo "para não dizer ao contrário" baseado no post onde escrevi o comentário.

Da próxima vez que for chamar alguém de babaca apenas por gostar ou não de uma pessoa, pense duas vezes.

Gosto é pessoal e deve ser respeitado. Caso eu não gostasse do ator, das atuações dele, da pessoa dele ou das fãs dele, isso não lhe daria o direito de chamar-me de babaca ou de podre sem você me conhecer.

Torrichelli disse...

Para a Apollonia.

O que eu fiz foi um comentário, tipo "para não dizer ao contrário" baseado no post onde escrevi o comentário.

Da próxima vez que for chamar alguém de babaca apenas por gostar ou não de uma pessoa, pense duas vezes.

Gosto é pessoal e deve ser respeitado. Caso eu não gostasse do ator, das atuações dele, da pessoa dele ou das fãs dele, isso não lhe daria o direito de chamar-me de babaca ou de podre sem você me conhecer.